+ 55 (51) 98186.2975

Guatemala: um país de encantos e ricas culturas!

Guatemala: um país de encantos e ricas culturas!

Dos dias 03 a 08 de julho participei do Encontro das Redes Coração Solidário e Espiritualidade Marista, organizado pela Conferência Americana de Provinciais, na cidade de Guatemala.

Neste encontro construímos os planos estratégicos de ação das duas redes continentais.

Pude conhecer um pouco mais desse povo tão querido e com uma rica cultura proveniente dos povos indígenas, em especial dos Maias.

No domingo estive em Chichecastenango, uma pequena cidade localizada a 140 quilômetros da capital.

Para chegar lá passamos por comunidades autóctones.

‘Parada obrigatória’ no ‘Mirador Las nuvens’ para contemplar três vulcões: Volcán de Agua, Volcán de Fuego (ativo) e o Volcán de Acatenango.

Os três vulcões pareciam brincar (de esconde-esconde, em meio as nuvens…) próximo aos vulcões, o lindo Lago de Atitlán, um mar de água doce.

Além disso a estrada (‘carretera’) é acidental, uma verdadeira cordilheira. ‘Chiche’ está a mais de 2 mil metros de altitude.

Os povos são originais do civilização Maia e celebram de diversas maneiras suas crenças e rituais.

Há uma linda feira de artesanatos, com panos os mais coloridos e outros adereços.

Além disso, como era domingo, ainda pude presenciar a feira agrícola com as frutas e verduras sazonais: assim como os panos, as frutas encantavam também pelas cores.

A igreja que data cerca de 400 anos, está construída no ponto mais alto da cidade.

Há uma probabilidade que tenha sido construída sobre o lugar dos cultos e rituais maias, por isso, ainda hoje, há um sincretismo religioso, uma verdadeira riqueza de rituais e culturas, dentro e fora do templo, como também nas missas.

Existe um conselho comunitário que coordena as ações no templo. Simplesmente um lugar místico!

Por fim, no final do encontro e de várias reuniões ainda sobrou um tempo para visitar Antigua: a antiga capital colonial que se chamava Santiago de los Caballeros.

Sua população foi praticamente dizimada no terremoto de 1773 quando o Vulcão Água entrou em erupção.

Daí o nome ‘Guatemala’, “Montanha que verte água’ (Quhatezmalha).

Hoje a Antigua é um lugar turístico, entre as ruínas de arquitetura colonial. Simplesmente encantador.

Sugiro visitar a loja Sueños de Café y más que comercializam vários artesanatos de uma cooperativa de mulheres de uma pequena comunidade vizinha. Chamam de “comércio justo”.

Os proprietários Sheny e Flavio, explicam atenciosamente os processos de produção das tecelagens através de fotografias.

Além disso disponibilizam, através do calendário maia, a leitura do significado da sua personalidade de cada visitante. Excepcional!

Guatemala, um país de encantos, de ricas culturas e de uma história que carrega a dor dos massacres em tempos não tão distantes, a resistência cultural, e que nunca perdeu a crença na humanidade e em Deus, em suas diversas manifestações.

Nenhum comentário

Adicione seu comentário